Aproximar-se da Imaculada Conceição é aproximar-se de Jesus

Dom José Aparecido, Administrador Arquidiocesano de Brasília, celebrou missa em honra a Imaculada Conceição de Maria

 

Texto: Patrícia Gomes
Fotos: Gerlania Moraes

Em solenidade que encerrou a novena da Imaculada Conceição, o Administrador Arquidiocesano, Dom José Aparecido, disse em sua homilia que a devoção à Imaculada em todo o ocidente se deve à evangelização dos franciscanos e à atuação do santo franciscano São Maximiliano Maria Kolbe. Também explicou que algumas pessoas contestavam o privilégio de Maria ser Imaculada, já que para ser considerado santo ou livre do pecado era preciso se lavar no sangue de Cristo derramado na Cruz. No entanto, segundo o que explicou Dom José Aparecido, Jesus Cristo é o senhor do tempo e da história e, por isso, avançou no tempo e ultrapassou os limites para que Maria fosse considerada Imaculada. A própria oração da coleta diz que Maria foi preservada do pecado original em previsão dos méritos de Cristo na cruz.


Dom José Aparecido recordou ainda em sua homilia que o Papa Francisco convocou a todos para um ano Josefino, ou seja, um ano de grande amor a São José, que foi o guardião dos dois tesouros de Deus aqui na terra: Jesus e Maria. Aproximar-se de José e Maria é sobretudo aproximar-se de Jesus.

SolenidadeImaculada 08122020 014

Clique na imagem e confira a galeria de fotos da solenidade


A Virgem é reconhecida como a nova Eva, porém o que Eva perdeu não se compara com o que ganhamos por obra de Maria, quando a Virgem disse: faça-se, cumpra-se em mim a Palavra de Deus. Algumas expressões nos deixam um pouco assustados: quando Jesus chama Maria de mulher por duas vezes – a primeira nas bodas de Canaã e a segunda no alto da cruz. Porém, Dom José explicou que Jesus chamou o nome correto, uma vez que mulher era o nome dado a mãe de todos os viventes na criação, como narrado em Gênesis. Era uma indicação de que ela era a mãe da nova criação, sem a mancha do pecado original.


O bispo lembrou que o povo brasileiro é grande devoto de Maria e finalizou exortando os fiéis a pedirem a interseção dela. “Peçamos, pois que ela abra as portas do paraíso para entrarmos na casa do Pai quando ele nos chamar. Que Ela nos proteja, nos defenda, e nos inspire assim como inspirou a família franciscana e São Maximiliano Maria Kolbe”.