Homilia da missa de 2 de setembro de 2018, com Frei Bernardo Vitório: Cristo está conosco!

 Mensagem litúrgica do dia 1ode setembro de 2018, Primeira Leitura (Dt 4, 1-2,6-8), Responsório (Sl 14), Segunda Leitura (Tg 1,17-18.21b-22.27), Evangelho (Mc 7,1-8.14-15.21-23).

Adriana Gimenes (Pascom)

Hoje somos chamados a meditar a Palavra de Deus. “O que sai do coração humano é tudo o que não presta, maldades, egoísmos, orgulho”. Isso é para que compreendamos que somos limitados. Tal desejo é o desejo de Deus : que vivamos a originalidade.  Vivermos como filhos de Deus, transparecendo o modo de Deus, para isso fomos criados, para o amor e a caridade. Não fomos criados para a falta de juízo, orgulho, e sim para propagar a paz, o amor, e a caridade. “Senhor, quem mora em vossa casa?” Qual o exercício de vida devemos fazer para morar na casa de Deus? Vivendo uma prática verdadeira da religião e limpando o nosso coração. Criamos regras na religião que não condizem com a própria religião. Colocamos um jugo nas costas do outro. Se queremos realmente viver a religiosidade devemos praticar a caridade para com o próximo. Os verdadeiros discípulos de Jesus Cristo têm a caridade para com o irmão. Criamos preceitos nossos, e não somos capazes de viver o discipulado. Como estamos agindo como cristãos? Levamos a experiência que vivemos na Eucaristia para outras pessoas? Nossa grande falha é não colocar em prática o que ouvimos.

Muitas vezes ouvimos, mas não escutamos, isso quer dizer que não recebemos a Palavra. Precisamos melhorar. Não estamos vivendo a conversão de vida. Entrar na casa do Pai das Misericórdias. Temos nossas fraquezas, mas devemos mudar para não viver a síndrome da Gabriela: “eu nasci assim, cresci assim e vou morrer assim”. Revestirmo-nos de Cristo, é transparecermos a imagem de Cristo. A graça de Deus é comunicante, comunicarmos o que vivemos de bem com Jesus Cristo, e não o contrário. A hipocrisia de vida é que precisamos deixar de ser hipócritas. Viver a misericórdia do Pai de Jesus Cristo é comunicar isso, para sermos apontados como discípulos de Jesus. Deixemo-nos ser transformados por Jesus Cristo para sermos filhos de Deus. O segredo é perseverar, não desistir nunca do caminho de conversão. Cristo está conosco e não deixa desistir, nem desanimar.

Fotos: Fernando Carlomagno (Pascom)

Comments are closed.