Homilia do Frei Fabrício: Que tenhamos intimidade com o Senhor, como São Francisco

Mensagem Litúrgica do 8°dia da novena de São Francisco, Primeira Leitura (Êx 23,20-23), Responsório (Sl 90), Evangelho (Mt 18,1-5.10).

Por Adriana Gimenes (Pascom)

Francisco foi um homem reconciliado com Deus e com toda criatura. Vários conselhos do Senhor vêm de São Francisco, as bem-aventuranças. Em todas a criaturas tem um reconhecimento de Deus, mas para reconhecer Deus, é necessário que parta de nós um sentimento de mansidão. Necessário olharmos para o outro e dizermos que somos um projeto divino, seja a natureza normal ou mesmo a natureza criada pelo homem, todas as coisas são um pacto com Deus.

São Francisco não teve medo do ser humano. São Francisco era muito humano e humilde. Ele não se deixava conduzir pelo espirito da carne. O caminho da humildade, da pequenez, da mansidão nos faz conseguir as coisas. E como o sonho do nosso padroeiro era ser igual a Jesus, pois ele era apaixonado por Jesus e queria colocar em prática as coisas de Senhor, era obediente. Jesus veio ao mundo para nos ensinar o caminho do Pai, o caminho da santidade, do sofrimento.

São Francisco queria receber as marcas de Jesus e experimentar o sofrimento de Jesus. Para ele, era viver o ápice da alegria, igualar-se ao nosso ao Senhor, seja na vida ou na dor. São Francisco amava os anjos. No dia dos Santos Anjos, lembremos Frei Pio, que tinha sempre ao seu lado um anjo para o socorrer. Ele tinha muita intimidade com seu anjo. Que possamos ter também intimidade com nosso anjo, que está ao nosso lado para nos ajudar.

Veja as fotos de Aline Veloso, Fernando Carlomagno e Leticia Oliveira (Pascom)

Comments are closed.