Novena de São Francisco – Sexto dia

SEXTO DIA

Tema: São Francisco e a devoção a Santíssima Virgem

Leitura: Da Legenda Maior de São Boaventura
Devoção a Santa Maria dos Anjos

Baseado já na humildade de Cristo, Francisco evoca à memória, a obediência a si imposta pela cruz de reparar a igreja de São Damião e, na qualidade de verdadeiro obediente, retornou a Assis para obedecer à voz divina, ao menos mendigando. Vencida toda a vergonha pelo amor do pobre crucificado, pedia esmola àqueles entre os quais costumava esbanjar riqueza, sujeitando o corpo débil e enfraquecido pelo jejum ao peso das pedras. Refeita, pois, a dita igreja, com a ajuda do Senhor e assistência devota dos cidadãos, para o corpo não entorpecer, depois do trabalho, por indolência, mudou-se para reparar a igreja de São Pedro, mais distante da cidade, pela devoção especial que nutria pelo Príncipe dos Apóstolos, com a pureza de uma fé sincera. Terminada esta igreja, chegou ao lugar chamado de Porciúncula, onde ainda existia a igreja da beatíssima Virgem, mãe de Deus, construída, há muito tempo, mas, então, deserta, ninguém a cuidava. Ao vê-la assim, abandonada, o homem de Deus, pela devoção ardente que nutria pela Senhora do mundo, começou a morar nela assiduamente para repará-la. Sentindo, porém, no próprio nome da igreja, chamada desde antigamente de Santa Maria dos Anjos, a frequente das visitas dos anjos, fixou-se ali devido À reverência dos anjos e o amor precípuo da Mãe de Cristo. O santo homem amava este lugar mais do que qualquer outro lugar do mundo; pois foi aqui que, humildemente, começou e progrediu na virtude, e que, com felicidade, terminou e, na morte, o recomendou aos Irmãos, como o lugar mais querido da Virgem (…).
EM LOUVOR DE CRISTO!

Amém.

Oração: Ó glorioso Deus altíssimo,
iluminai as trevas do meu coração,
concedei-me uma fé verdadeira,
uma esperança firme e um amor perfeito.
Dai-me! Senhor, o reto sentir e conhecer,
a fim de que possa cumprir
o sagrado encargo
que na verdade acabais de dar-me.
Amém.

Pai nosso…
Ave Maria…
Glória ao Pai…