Santuario Sao Francisco de Assis

15 anos da chegada de Dom Frei Agostinho (OFMConv.) na Missão do Amazonas

A partir de 2005, os franciscanos conventuais assumiram a Missão do Amazonas. Foi Dom Frei Agostinho (OFMConv.), que iniciou esta jornada, na cidade de Juruá-AM.

Durante o Capítulo Extraordinário, em 2009, os frades assumiram a responsabilidade do trabalho missionário na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Juruá-AM e Santo Antônio de Tefé afim de atingir os povos ribeirinhos.

Em Juruá-AM, há mais de 20 anos que os habitantes não tinham contato com um sacerdote. Nisso, a Província Franciscana de São Maximiliano fundou o apoio missionário em Manaus (AM): a Casa Filial de Nossa Senhora das Mercês local que abriga os missionários, e participam do Curso Missionário da realidade amazônica. A Casa de Formação de Pós Noviciado São Francisco de Assis, em Brasília (DF), começou a colaborar com a evangelização em 2011. São enviados alguns frades para formar catequistas, promover encontro com jovens, celebrar a palavra, entre outras ações.

Dom Frei Agostinho (OFMConv.)

Agostinho Stefan Januszewicz nasceu em 1930, na Polônia. Se torna presbítero em 1958, e chegou ao Brasil em 1974. 30 anos depois é nomeado o primeiro bispo de Luziânia, Goiás, e realiza seu sonho, no ano seguinte, de ser missionário, na Amazônia, atuando na Paróquia Nossa Senhora de Fátima. Fundou o que hoje é a atual Província São Maximiliano Kolbe do Brasil – dos Franciscanos Conventuais.

Em 20 de novembro de 2011, o servo fiel vai para junto do Pai. Na Igreja Matriz de Nossa Senhora de Fátima em Juruá- AM se encontra seu museu.

A programação dos 15 anos da chegada de Dom Frei Agostinho (OFMConv.) na Missão do Amazonas começa amanhã (11), a partir das 7h30min na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Juruá-AM. Confira:

 

Fonte: franciscano