Santuario Sao Francisco de Assis

Conferência de Santa Clara e suas ações para os mais necessitados

Movimento do Santuário São Francisco de Assis presta ajuda a famílias carentes

A Conferência Santa Clara de Assis é um grupo de leigos da Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP), movimento mundial ligado à Igreja Católica, do Santuário São Francisco de Assis, presta ajuda às famílias carentes na Vila Rabelo II em Sobradinho II.

Está fundamentada no contato pessoal com Cristo na pessoa dos pobres. Os vicentinos, como são chamados, através da dedicação do seu tempo, da gratuidade, da visita à casa dos mais necessitados, procuram levar o amor de Deus em suas ações tentando aliviar a miséria e promover a dignidade das famílias assistidas. Disponibilizam-se “para o serviço a todos”, acolhem qualquer pessoa, independentemente de seu credo ou origem cultural, social ou econômica.

O alimento que levam às casas semanalmente é a chave para plantio da semente do amor de Jesus Cristo e também de observar qual a real necessidade de cada família, como por exemplo: trabalho, questões de saúde, educação, higiene, materiais básicos para a vida, uma casa digna e outros. Aos poucos, estas famílias são ajudadas a sair da situação de miséria e começam a viver com mais dignidade.

Centro Comunitário

A Conferência Santa Clara mantém o Centro Comunitário Antonio Frederico Ozanan, que recebe o nome do fundador da SSVP (vicentinos), localizado na Vila Rabelo II onde a Conferência atende as famílias carentes. Foi comprado o lote com recursos dos vicentinos das Conferências São Francisco de Assis e Santa Clara e construído com a ajuda de paroquianos do Santuário, amigos e parentes.

O que mantém hoje o Centro com todas as atividades é basicamente o bazar feito com as doações que a Conferência Santa Clara recebe nos meses pares. Tem cursos profissionalizantes ministrados pela Conferência São João periodicamente como os de manicure, cabeleireiro, material de limpeza, artesanatos, salgados e confeitaria.

Em setembro deste ano começou uma nova turma do curso de salgados e confeitaria e acabará em novembro. São 34 horas aulas em parceria com a Conferencia São João, coordenado pelo Confrade Valmir Lopes e com a Administração de Sobradinho II que forneceu as apostilas e os certificados. Tudo que é feito, no final da aula é consumido pelos alunos. Eles têm como dever de casa fazer alguma das coisas que aprenderam e levarem para a aula da semana seguinte se puderem. Ao final tem um coquetel para entrega dos certificados com todo o lanche feito por eles.

Os alimentos para as aulas; gás; material de limpeza; descartáveis; material como toucas; máscaras; luvas são doadas por aqueles que podem ajudar, por amigos, por Conferências e pelo Centro Comunitário.
Além disso, hoje neste local funciona a Capela São Lucas, ligada à Paróquia São Mateus que fica a mais de 4km de distância.

Tem missa semanal, pastoral do Batismo, da Criança, da Acolhida, grupo de Coroinhas, Catequese, Ministros da Eucaristia, Legião de Maria, visita às casas com a imagem de Nossa Senhora Três vezes Admirável de Schoenstatt.

O Centro Comunitário tem cinco mulheres da comunidade, a Rosana, Matina, Dare, Celia e Rosa que cuidam de tudo, limpeza, lanches, agenda de atividades e eventos, pois a Comunidade usa muito para reuniões. Elas também organizam o bazar. Através delas sabe-se quem está doente, desempregado, precisando de ajuda física ou emocional etc. Estas voluntárias são chamadas de Guerreiras de Jesus já que trabalham muito durante a semana e todo o sábado e às vezes no domingo.

 

Bazar

De dois em dois meses é realizado o bazar com as doações recebidas do Santuário e vendidas por preços simbólicos. Além de melhorar muito a autoestima da comunidade, porque podem se vestir melhor, melhorar suas casas com móveis, eletrodomésticos, roupa de cama e banho. É com este dinheiro e ajuda de amigos que se mantém o prédio e os cursos.

No último sábado (26) foi entregue uma geladeira para a dona Marilza e a varanda e o piso da sua casa serão arrumados na próxima semana.

Balé
O Grupo “Dançando na Vila” é de ballet formado por meninas e meninos, e respectivas mães, que moram na Vila Rabelo II. Os atuais 70 alunos mantêm boas expectativas para que o grupo continue se aprimorando. O trabalho voluntário iniciado em 2007 pela professora e coreógrafa Elizabeth Vasconcelos, diretora do grupo, vem contribuindo para socializar crianças e suas famílias, além de favorecer a arte em si, sendo uma inovação na comunidade.

As aulas semanais ocorrem no Centro Comunitário Frederico Ozanan, sendo ministradas por professoras voluntárias, que iniciaram no grupo ainda crianças. O grupo se mantém com doações das famílias (mensalmente, R$ 20,00 para o custeio de figurinos), da Conferência Santa Clara, vicentinos do Santuário São Francisco e da diretora. Todos os anos, os alunos se apresentam em teatros do Distrito Federal, em especial no de Sobradinho, favorecendo a presença da comunidade e já se apresentaram no Teatro Nacional.

Os moradores, juntamente com as crianças e adolescentes do grupo, anseiam pela ampliação dos resultados já alcançados, melhorando a cidadania da localidade, o que exige a aplicação de novos recursos financeiros. Com estes, as aulas podem continuar, pelo menos, a terem uniforme e os bilhetes de transporte público; melhorar as apresentações em teatros; conduzir os alunos para assistirem a eventos de dança; desenvolver/aprimorar habilidades de alunos e professoras por meio de cursos.

Por meio dessa arte, combinada com os benefícios sociais por ela proporcionados, é possível criar uma cultura nova na comunidade, gerando-se comportamentos simples, já percebidos pelos moradores, a maioria destes, famílias que convivem com a possibilidade de verem seus filhos capturados por vícios, como o álcool e até outras drogas e, no caso das meninas, gravidez precoce.

Dia das crianças
Cada vicentino ficou responsável em comprar presente para uma ou duas crianças e a Conferência fez um saquinho com maçã, suco e guloseimas.
No domingo (13/10) a catequista e amigas com a ajuda das Guerreiras de Jesus fizeram uma linda festa no Centro Comunitário, com muitas brincadeiras, bolos, doces, salgados e presentes onde foram também as crianças dos assistidos.