Mil Ave Marias

O que é a Devoção das Mil Ave Marias?
A devoção das mil Ave-Marias é um movimento de leigos devotos de Nossa Senhora. Surgiu na Europa e suas origens remontam à Idade Média. Quando se implorava por uma graça especial, nos momentos de grandes perigos, ou na véspera de alguma festa litúrgica era comum a sua prática. De modo especial, na Itália, essa oração era muito popular. Santa Catarina de Bologna é tida como a grande propagadora dessa devoção. Na noite de 25 de dezembro de 1445 estava meditando do mistério do nascimento de Jesus, rezando as 1000 Ave-Marias, quando a Virgem Santíssima aparece e coloca em seus braços o menino Jesus. Para marcar este prodígio, as irmãs clarissas do Mosteiro de Corpus Domini, a cada ano, na noite santa do Natal continuaram a prática das mil Ave-Marias. Esta devoção rapidamente se espalhou por toda a Igreja. Era rezada em grupo ou individualmente, nas igrejas ou casas, ao menos uma vez por semana. Aos poucos, passou a ser praticada também nas vigílias das festas marianas, nas solenidades da Assunção ou Imaculada Conceição, ou em qualquer outro momento do ano para pedir a intercessão da Virgem Maria para uma determinada situação. Para permitir que todos pudessem recitar as 1000 Ave-Marias, surgiu também o costume de rezar 40 Ave-Marias por dia, nos 25 dias que antecedem o Natal, a começar no dia 29 de novembro até 23 de dezembro.
Um novo impulso foi dado à devoção da 1000 Ave-Marias com as aparições de Nossa Senhora em Montichiari (Itália), em 1947, sob o título de Rosa Mística. Nessas aparições, Nossa Senhora apresentou três rosas coloridas sobre o seu peito: amarela, vermelha e branca, que significavam respectivamente, oração, sacrifício e penitência. Entre seus pedidos estão a comemoração para cada dia 13 como sendo o seu dia, a oração do rosário, o terço das lágrimas de sangue, a instituição da hora da graça no dia 8 de dezembro, a comunhão reparadora no dia 13 de outubro e entre outros pedidos, nos pediu a oração das Mil Ave Marias. Com esses pedidos buscava sobretudo a santificação dos religiosos e almas consagradas. Ao rezarmos as mil Ave Marias, estamos atendendo ao pedido feito por Nossa Senhora à Pierina Gilli em 24 de novembro de 1946:
“...orações, sacrifícios e penitências para reparar os pecados de três categorias de almas consagradas à Deus”:
1ª) por aquelas almas que traem suas vocações;
2ª) para reparação dos pecados mortais dessas almas;
3ª) para reparar a traição dos Sacerdotes que se tornaram indignos de exercer o seu ministério.

De modo especial, pediu orações pela santificação dos Sacerdotes, dizendo: " Se estes forem santos, muitas pessoas se santificarão."- ( Livro: Maria, Rosa Mística; do Pe. Vicenzo Savoldi, CS)
Também estamos atendendo ao pedido feito por Nossa Senhora ao Sacerdote Mariano Padre Stefano Gobbi, em 24 de outubro de 1984: Por meio de locuções interiores, Nossa Senhora ditava mensagens ao coração de Padre Gobbi, que entre tantas nos repassou a seguinte mensagem, no dia 24 de outubro de 1984 :Combatei, filhos prediletos: ..."Por isso é necessário rezar muito. Obtém-se mais com um dia de oração intensa do que com anos de contínuas discussões”.
A partir destas locuções, o cenáculo começou a ser difundindo pelo mundo e durante a leitura das mensagens, passou-se a ser rezado não só o terço, mas em muitos lugares também a oração do Super-Rosário (Mil Ave Marias)
Também, no dia 7 de novembro de 1983, no início da difusão da Campanha da Mãe Peregrina pelo mundo foram recitadas as Mil Ave-Marias em um Santuário de Schoenstatt, diante do Santíssimo Sacramento, na presença da Imagem da Mãe Peregrina de Schoenstatt.
Santa Faustina em seu diário, no número 1413 diz – “Não só me preparava pela novena em comum, feita por toda a Congregação, mas também procurava pessoalmente saudá-La mil vezes ao dia, rezando em sua honra mil Ave-Marias, durante nove dias”.
Padre Pio rezava as Mil Ave Marias! Este era o segredo de sua santidade, este era o segredo da conversão de tantas almas.
Portanto a devoção do Super-Rosário (Mil Ave Marias) é uma santa devoção, primeiramente por que é um desdobramento do Santo Rosário, depois por que foi praticada durante séculos alcançando as mais variadas graças por diversas situações, além de ser praticada por santos e santas e estar ligada a importantes movimentos marianos.
Também, a devoção das Mil Ave Marias faz parte da tradição religiosa no Brasil e, antigamente, era sempre rezada, trazendo muitas graças aos participantes.
Nossa Senhora em Fátima nos disse “Muitas almas vão para o inferno por não haver quem se sacrifique, e reze por elas”, então o máximo que pudermos rezar será melhor não só para nossas almas, mas para a salvação de muitos.
O Super Rosário (Mil Ave Marias) é um conjunto de oração de 20 terços com penitência, um ótimo meio para Nossa Senhora salvar muitas almas!
Viver nos dias de hoje é uma luta espiritual constante, o mundo está em perdição, e o demônio faz ataques cada vez mais brutais às almas, para isto Nossa Senhora tem aparecido em diversas oportunidades para nos auxiliar em nossos combates com as armas do rosário e da penitência.
O Rosário é uma excelente oração, que devemos rezar todos os dias, assim como realizar diversas práticas de penitência.


Quem pode participar?
Devotos de Maria que sentem chamados à recitação das Mil Ave Marias. Precisam ter fé e estar disponível e comprometido com a devoção, realizada no grupo. Portanto, todos que trabalham em comunhão com a Igreja Católica são convidados a participar: Sacerdotes, pastorais, movimentos e grupos de oração, apostolados e missionários.
Por quê existe a Mil Ave Marias?
Através do Rosário e do Super Rosário (Mil Ave Maria) podemos:
-crescer espiritualmente e conseguir a santificação;
-salvar nossa alma, salvar as almas de nossos amigos, familiares, conhecidos e desconhecidos;
-sufragar as almas do purgatório;
-restaurar os costumes;
-livrar-nos de guerras;
-livrar-nos de castigos, pestes e doenças;
-salvar os pecadores;
-reparar nossos pecados, e da humanidade;
-conseguir graças físicas e espirituais;

 

Como faz para participar?
Nos reunimos, mensalmente, todo primeiro sábado de cada mês, das 12 às 18 hrs, na cripta do Santuário São Francisco de Assis.


Venha participar conosco!

 

Coordenadora: Marie Louise Z. Anjos