Mil Misericórdias

mil misericordias 1

 

O que é a Devoção das Mil Misericórdias?
A Devoção das Mil Misericórdias está entre as diversas formas de culto à Divina Misericórdia, como a Festa e o Terço da Divina Misericórdia. Conforme revelações especiais Jesus oferece à Santa Faustina esta nova forma de piedade, que hoje se encontra disseminada por todo o mundo. Assim como na vida da Igreja a Liturgia e a piedade intimamente se associam, na espiritualidade da divina misericórdia proposta por Santa Faustina se dá igualmente o encontro destas duas dimensões, particularmente através da Festa e do Terço.
A Devoção das Mil Misericórdias é um Movimento de intercessão pela conversão do mundo para que a humanidade tenha maiores chances de salvação, diante do que virá.
A recitação das mil misericórdias consiste em um super rosário do terço da misericórdia rezado em vinte mistérios. Da mesma forma que se reza o terço da misericórdia, mas ao invés de rezar somente 10 vezes, reza-se 50 vezes meditando a dolorosa paixão em cada mistério. Cada dor que Jesus sofreu é meditada.
A Meditação de cada dor que Jesus sofreu, baseia-se no livro “A Crucificação de Cristo descrita por um cirurgião”, de Pierre Barbet (1884-1961) . Ele foi cirurgião em Paris, França, e seu estudo médico sobre a crucificação de Jesus é considerado o mais completo até os dias de hoje.
Convidamos você para junto conosco meditar nas vinte dores que Jesus sofreu por cada um de nós. Foram três horas de dores, sede, cãibras, asfixia, latejar dos nervos medianos. Tanto sofrimento para cumprir a vontade do Pai, a nossa libertação, a nossa salvação. Dor que começa com a agonia no Getsêmani até o momento final em que o céu escurece, o sol se esconde a temperatura diminui. Uma longa tortura que arranca de Jesus um lamento: “Meu Deus, meu Deus, porque me abandonastes?” E Jesus grita: “Está tudo consumado!” E num grande brado diz: “Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito”.
Os fiéis podem esperar o cumprimento das promessas de Cristo a Santa Faustina e a todos que rezam com justa intenção, atenção e devoção o Terço da Misericórdia:
1) Jesus promete acompanhar aquele que reza este terço com Sua benevolência durante toda a sua vida: “As almas que rezarem este terço serão envolvidas pela Minha misericórdia, durante a sua vida … (D 754); As entranhas da Minha misericórdia comovem-se por aqueles que recitam este terço (D 848); Minha filha, exorta as almas a rezarem esse terço que te dei. Pela recitação deste terço agrada-Me dar tudo o que Me peçam (D 1541) – se estiver conforme à sua vontade (D 1731);

2) Jesus promete particular assistência na hora da morte: Todo aquele que o recitar alcançará grande misericórdia na hora da sua morte (D 687; cf. 754; 1541);
3) Jesus promete olhar para toda a humanidade com compaixão: Minha filha, agrada-Me a linguagem do teu coração; pela recitação desse terço aproximas a humanidade de Mim (D 929);
4) Jesus promete a graça da paz e da conversão aos pecadores: Os sacerdotes o recomendarão aos pecadores como a última tábua de salvação. Ainda que o pecador seja o mais endurecido, se recitar este terço uma só vez, alcançará a graça da Minha infinita misericórdia. (D 687); Quando os pecadores empedernidos o recitarem, encherei de paz as suas almas…(D 1541);
5) Jesus promete particular socorro ao agonizante pelo qual rezamos: Defendo toda alma que recitar esse Terço na hora da morte, como se fosse a Minha própria glória, ou quando outros o recitarem junto a um agonizante, eles conseguirão a mesma indulgência. Quando recitam esse terço junto a um agonizante, aplaca-se a ira de Deus, a misericórdia insondável envolve a alma e abrem-se as entranhas da Minha misericórdia, movidas pela dolorosa Paixão do Meu Filho (D 811; cf. 810; 834; 1035; 1036; 1541; 1565; 1797).


Quem pode participar?
Almas que confiam na Divina Misericórdia de Jesus e que se sentem chamados à recitação das Mil Misericórdias. Precisam ter fé e estar disponível e comprometido com a Devoção, realizada no grupo. Portanto, todos que trabalham em comunhão com a Igreja Católica são convidados a participar: sacerdotes, pastorais, movimentos e grupos de oração, apostolados e missionários.

 

Por que existe as Mil Misericórdias?
Para atender ao pedido de Jesus para rezar pela conversão do mundo para que a humanidade tenha maiores chances de salvação, diante do que virá.

 

Como faz para participar?
Podem participar adultos que se sintam chamados à Devoção das Mil Misericórdias.
Nos reunimos, mensalmente, todo primeiro sábado de cada mês, das 9 às 12 hrs, na cripta do Santuário São Francisco de Assis.


Venha participar conosco!

 

Coordenadora: Luciene Matos de Sousa